top of page

O ESTADO DA ALMA

O Estado da Alma 01
O Estado da Alma 02
O Estado da Alma 03

Um olhar sobre a fragilidade da minha fé perante as contingências da vida reveladas pela dura luz da realidade. Os ciclos que organizam a nossa existência, que já exerceram funções imprescindíveis à espécie, hoje estariam reduzidos a ilusão de se ter mais uma chance para fazer diferente, fazer melhor? Ou será que meu engano reside na ideia de que a ilusão do recomeço não possua a mesma importância das questões de outrora.

Somos igualmente regidos por sucessos e fracassos? Como os resultados de nossas decisões impactam em nossas próximas ações? Seria a fricção existente entre as nossas expectativas e a realidade dos fatos o atrito que nos mantém em constante movimento enquanto esperamos o inevitável?

 

 

“O desejo pode nos humilhar de duas formas básicas: negando-nos a realização do mesmo ou, pior, deixando que o realizemos.”

 Arthur Schopenhauer                   

bottom of page